Última corrida de Ayrton Senna: GP San Marino – 1994

Última corrida de Ayrton Senna: GP San Marino – 1994

Como em todas as corridas da temporada até ali, Ayrton Senna largaria na pole position, ao lado de Michael Schumacher (Benetton). Mas não havia um clima de comemoração.

Na manhã, durante o habitual briefing dos pilotos, o brasileiro fez duras críticas à pista. Estava contrariado com a ausência de Rubinho Barrichello na corrida, causada pelo forte acidente de sexta-feira, e ainda chocado com a tragédia que matou o austríaco Roland Ratzenberger (Simtek), nos treinos do sábado.

Ayrton Senna largou bem, assumiu a ponta e livrou boa vantagem em relação a Michael Schumacher.

Na sétima volta, a direção de sua Williams não obedeceu ao seu comando e foi direto contra o muro da curva Tamburello. Com o impacto do carro no muro, a barra de suspensão voou e bateu diretamente no cabeça do piloto. Ayrton foi socorrido pelos paramédicos e levado de helicóptero até o Hospital de Imola. Infelizmente o ferimento na cabeça era muito profundo e Ayrton Senna faleceu naquela tarde.

A corrida foi interrompida e reiniciada com 51 voltas. Venceu Michael Schumacher, seguido de Nicola Larini (Ferrari) e Mika Hakkinen (McLaren).

Deixe uma resposta