Manual do Fiat 147

Manual do Fiat 147

Primeiro carro produzido pela FIAT do Brasil que inaugurava sua fábrica em Betim (MG) em 1976, o 147 foi um divisor de águas no mercado automobilístico nacional. O excelente aproveitamento de espaço interno, a imbatível economia (importantíssima em tempos de crise do petróleo) e até então inédita estabilidade, fez dele um carro que definitivamente entrou para história e mudou para sempre o jeito de se fazer automóvel no Brasil.
Desenhado especialmente para o mercado brasileiro já que o de 800 cm³ do 127 era fraco demais para cá, o FIASA dispunha à época de seu lançamento de 1.050 cilindradas, 7,2:1 de taxa de compressão (devido à péssima qualidade da gasolina à época) e 55 CV SAE que levavam o FIAT 147 à 135 km/h de velocidade máxima e, mais importante ainda para a época, médias louváveis de consumo até para os dias de hoje.
O 147 marcou seu pioneirismo em várias formas:

Primeiro carro da Fiat produzido no Brasil, marcando o início das operações em 9 de julho de 1976, em Betim – Minas Gerais;
Primeiro carro brasileiro com motor transversal dianteiro;
Primeiro carro no Brasil com coluna de direção articulada;
Primeiro carro a álcool fabricado em série em todo o mundo (a partir de 1979);
O menor carro a diesel da época, sendo vendido na Europa e Argentina;
Primeiro carro brasileiro com todas as “variantes”: hatch, sedan, perua, furgão e pick-up, faltando apenas as variantes conversível e utilitária esportivo;
Primeiro carro brasileiro com o estepe junto ao compartimento do motor, ou seja embaixo do capô dianteiro;
Primeiro carro no Brasil a utilizar para-choques de plástico polipropileno em larga escala (no modelo Europa em 1980);
Primeiro carro brasileiro com desembaçador traseiro.

Deixe uma resposta